Pouco a fazer

 

O que fazer quando observamos alguém que olha com interesse à volta e com absoluto tédio para a sua família?

 

Hoje, aquele homem vegetou no café, fingia ver o seu filho, que cada vez mais estridente cantava uma música pertubadora dos ouvidos sensíveis de todos nós, enquanto a mulher, essa sim, o olhava longamente, como que adivinhando que algo já estava morto.

 

publicado por imprevistoseacasos às 23:05 | comentar | favorito
tags: