Galliano despedido por "amar Hitler". Nem mais.

 

John Galliano foi despedido pela casa Dior, na sequência da divulgação de um vídeo em que o designer de moda diz amar Adolf Hitler. O britânico estava suspenso de funções desde a semana passada, depois de ter sido detido em Paris, após insultar um casal com declarações racistas e anti-semitas. Os últimos desenvolvimentos ditaram a decisão final da Dior.

 

 

publicado por imprevistoseacasos às 19:59 | comentar | favorito
tags: