A crise em Portugal, um contributo

 

É por isso que estamos em crise, gritava uma senhora de meia-idade, perto daqueles centros que tudo resolvem "Bota a minuto". Percebi que pretendia, naquele minuto, que cosessem um carteira castanha, sem dela tirar qualquer cartão e dinheiro. Queria apenas que aquele desconforto passasse, com o contributo rápido de uma máquina de coser. O calmo funcionário brasileiro apenas dizia " você não percebe que não é assim? Estão outros trabalhos à frente e não assim tão rápido resolver o seu problema". Olhavam ambos para mim e eu, confesso, apenas batalhava por não rir de ambos, já que o ridículo da situação assim o pedia. A senhora, incrédula com a resposta negativa, apenas dizia "deixava a carteira e o que fazia aos cartões e dinheiro? andavam à balda na mala? É assim que o nosso país anda: ninguém quer fazer nada"!

publicado por imprevistoseacasos às 17:06 | comentar | favorito
tags: