É feliz

 

Anunciou: namoro com uma cabeleireira.

Sabes o que ela tem de especial? Sabe fazer aquilo muito bem. Encanta-me vê-la dedicada ao cabelo de outros. Acaricia e trata o outro, sem se comprometer. Ao fazê-lo apenas cumpre a sua obrigação.  É feliz.

Ao contrário, nós fazemos um pouco de tudo, sem preparação ou talvez vocação para uma única coisa.  Imaginas-te a fazer os mesmos gestos, com os mesmos instrumentos, dias e dias sem conta? Duvido.

 

A culpa disto é do sistema de ensino. Castra-nos quando jovens e banaliza-nos. Nunca ninguém me disse que eu seria um homem de sucesso se fizesse bem uma única coisa.  O sistema engana-nos.

publicado por imprevistoseacasos às 19:15 | comentar | favorito