As férias

 

Conhecem a sensação de alegria ao pensar em férias? Também conhecem a sensação de nunca mais chegarem? Pois... e ainda aquela coisa de nos sentirmos tipo os condenados que assinalam com uma cruz os dias que faltam para a liberdade, num calendário pouco católico, numa parede pouco digna, numa situação que não invejo... Pois bem, é esse o meu caso.

Apetece -me ter tempo.  Só isso. Nem que seja para sentir o vazio, a falta de alento, saudades dos compromissos, saudades dos amigos, dos colegas, da estafa, da correria, do monóxido de carbono, do relógio, do sono constante...

 

Sabem como é? Já falta pouco...digo eu olhando para um relatório de actividades, concluido.

 

THE END?

 

publicado por imprevistoseacasos às 19:22 | comentar | ver comentários (2) | favorito