Nova face do preconceito: o medo de mudar

 

 

Uma capa da revista New Yorker que apresenta o desenho de Barack Obama usando turbante como um islamita radical foi classificada como de "mau gosto e ofensiva" pelo porta-voz do candidato democrata à Casa Branca.

Em sua edição desta segunda-feira, a revista publica uma caricatura de Obama vestido como um muçulmano e de sua esposa Michelle de guerrilheira com um penteado "afro" e um fuzil, festejando a vitória no Salão Oval da Casa Branca.

Obama e sua mulher tocam os dedos da mão com o punho fechado num gesto tradicional de vitória, cumplicidade e revanchismo. Na parede do gabinete presidencial há um retrato do líder fundamentalista islâmico Osama bin Laden e na lareira uma bandeira dos Estados Unidos é queimada.

(Google Notícias)

 
publicado por imprevistoseacasos às 17:59 | comentar | ver comentários (4) | favorito
tags: