Calamidade

Foi uma calamidade o que aconteceu em Espanha. Nem faço ideia o que será perder alguém, desta forma, e passar pelo o que os familiares agora passam, à espera na Feria de Madrid pelo reconhecimento de cadáveres. Ler a lista, procurar um nome, esperar não o encontrar, na expectativa de que faça parte dos 19 que sobreviveram, até ao momento.

É impossível não ficarmos emocionados com o desespero alheio, desejando nunca passar, pessoalmente, por tal desespero. A vida corre, mas a sua fragilidade é-nos mostrada quotidianamente, basta estar atento a ao que se passa à nossa volta..

publicado por imprevistoseacasos às 11:14 | favorito